terça-feira, 30 de setembro de 2014

ARRI lança câmera 6K

Novo sensor, três vezes maior que o Super 35, faz da ALEXA 65 possuidora do maior sensor de alta performance disponível no mercado
Publicado em: 22/09/2014
   Novo sensor três vezes maior que o Super 35 faz da ALEXA 65 o maior de alta performance disponível no mercado


 

Um novo sensor três vezes maior do que o Super 35 faz o sensor da ALEXA 65 ser o maior de alta performance disponível no mercado. A câmera da ALEXA suporta resolução de 4K até 6K. Segundo a fabricante ARRI, o sensor da ALEXA 65 tem exatamente o mesmo design para a área de captação de fotografia encontrada no formato bem sucedido das câmeras digitais do formato ALEXA, mas muito maior. No momento, a câmera só pode ser obtida pela rede de locação da ARRI.

    Novo sensor três vezes maior que o Super 35 faz da ALEXA 65 o maior de alta performance disponível no mercado

Com uma resolução de 6560 x 3102, a ALEXA 65 oferece a mesma sensibilidade, high dynamic range (HDR) de mais de 14 paradas. Isto resulta em imagens estonteantes como as da tela do cinema, com claridade e fineza em detalhes.


 Novo sensor três vezes maior que o Super 35 faz da ALEXA 65 o maior de alta performance disponível no mercado

 

Para a ARRI, de muitos modos, a ALEXA 65 representa a evolução da 765 da ARRI câmera de 65 mm, introduzida em 1989 e usada por mais de 25 anos por cineastas em filmes como Um Sonho Distante, O Pequeno Buda, Hamlet, Sunshine, The International, Shutter Island e Gravidade. Tanto para filmes inteiros quanto para sequências selecionadas, os cineastas têm a oportunidade de capturar imagens no formato 65 mm, com níveis imersivos de detalhes e rica herança cinematográfica.


 Novo sensor três vezes maior que o Super 35 faz da ALEXA 65 o maior de alta performance disponível no mercado

sábado, 27 de setembro de 2014

POV's 2013 Documentary Filmmaking Equipment Survey

POV's 2013 Documentary Equipment Survey

Copy and paste the html code below to embed this graphic on your site. Your site should be able to accommodate a graphic width of 500 pixels (small version) or 734 pixels (full-size):

Full-size version (734px wide)


Small version for narrower columns (500px wide)

domingo, 21 de setembro de 2014

Cinema Digital

6.5K is the New 4K! ARRI Unleashes Digital 65mm 5-perf Large Format Monster ALEXA 65

Alexa 65 Arri Rental 4K Shooters

Recently ARRI unlocked the 3.2K acquisition on the Alexa, and now they are at the forefront of high resolutions with their latest announcement. For those of you for which Super35 imagers are not enough to give you the highest quality and look, ARRI are once again raising the bar in absolute image quality in digital cinema acquisition with their newALEXA 65 – a 6.5K digital cinema camera with a sensor equivalent to 65mm 5-perf film. The 65mm/70mm film format was used on epic classic Hollywood films such as Cleopatra, Patton, 2001: A Space Odyssey, Lawrence of Arabia and many others.

Up until now, the 65mm look could be achieve only by shooting film, something the like of Tarantino and Nolan have been clinging on like there’s no tomorrow, but now ARRI is once again bringing a digital equivalent to film, giving yet another reason to DP’s worldwide to salivate over specs and new creative possibilities.

ALEXA 65 RENTAL 4K SHOOTERS

Well, Nolan & DP Wally Pfister especially have something to cry over in the next few weeks, as ARRI is set on putting the final nail in the coffin of celluloid, that no studio-backed “save Kodak film” effort can preserve. ARRI beating film in it’s final stronghold – large format acquisition is definitely going to hurt celluloid evangelists as the aforementioned few.

Now, Christopher Nolan’s camera operators will no longer require emergency shoulder surgery after handholding IMAX cameras, as ARRI is bringing IMAX quality in a digital cinema camera in a very similar Alexa-like size and form factor.

Alexa 65 4K Shooters

ALEXA 65 Specs and Features

  • 65mm digital cinema camera
  • ARRI A3X CMOS Sensor
  • Aperture equivalent to 5-perf 65mm film
  • 6560 x 3102 Resolution
  • 54.12 x 25.58 mm Sensor size (active image area)
  • Sensor image diagonal: 59.87 mm
  • ARRI XPL Mount (64 mm diameter)
  • ISO Settings 200 – 3200 ISO. Base is 800 ISO.
  • Dynamic Range >14 stops
  • LDS metadataSame accessories as ALEXA XT cameras
  • Electronic Shutter 5° – 358°, adjustable in 1/10° increments
  • 0.75 to 27 fps (upgrade to 60 fps planned for early 2015)
  • Recording File Format Uncompressed ARRIRAW
  • Recorder Modes: 5-perf 65mm (full aperture, 1.78 extraction)
  • Recorder Modes: 8-perf 35mm (24x36mm – future upgrade)
  • Storage (type) Codex XR capture drive
  • Storage (capacity) 480 GByte capacity/860 MByte per second data rate
  • Storage (recording time): 11 minutes @ 24 fps
  • Weight 10.5 kg / 23.2 lbs
  • Power 24 VDC

ALEXA 65 SENSOR comparison chart 4K shooters

alexa 65 comparison 4k shooters

Alexa 65 Side 4K Shooters

Alexa 65 Side Back 4K Shooters

The Alexa 65’s body is wider than the Alexa XT one due to the larger sensor, however ergonomics are kept the same. Of course the larger sensor would necessitate the use of lenses capable of covering the large sensor. The lens package for starters will include 8 primes and 1 zoom lens, originally made by Fujinon for the Hasselblad H5D, these lenses were then re-housed and re-designed by ARRI to fit the larger PL mount and rigours of high-end cinema production.

Alexa 65 hasselblad lenses 4k shooters

Screen shot 2014-09-21 at 11.51.43

At the moment the ARRI Alexa 65 is a rental option only and available from ARRI Rental. For further information on this camera check out the full FD Times issue at the link below.

[via Newsshooter & FDTimes]

If You Find This Post Helpful, Please Subscribe Below to Our Weekly Newsletter on All Things 4K Related and FREE Giveaways 

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Barricam 35 4k

Novas VariCAm HS e 35 da Panasonic serão lançadas no IBC

Em sua terceira geração, a VariCam será mostrada no IBC em duas versões diferentes: VariCam 35, uma câmera 4K com sensor 35 mm, e Varicam HS, uma câmera do tipo 2/3 para captação de alta velocidade
Publicado em: 01/09/2014
 Encontros com Cinema Brasileiro recebe inscrições até hoje  Curadora Shari Frilot avalia filmes que irão participar de Encontros com o Cinema Brasileiro com o Festival de Sundance  Terminam nesta segunda-feira, 1º de setembro, as inscrições para a sétima edição do programa Encontros com o Cinema Brasileiro, que traz ao Brasil os curadores de alguns dos festivais de cinema mais importantes do mundo para assistir a uma seleção de filmes nacionais.   Shari Frilot, curadora do Festival de Cinema de Sundance, nos Estados Unidos, assistirá a doze longas-metragens independentes entre os dias 17 e 19 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Rio de Janeiro. A curadora fará uma lista com 12 filmes, dos quais ao menos dois serão de associados do Programa Cinema do Brasil a partir das informações das inscrições e dos respectivos links que serão repassados a ela.   Filmes de longa-metragem já finalizados e ainda inéditos fora do território nacional, ou obras em fase de finalização que já possuam corte provisório capaz de ser projetado em formato 35mm ou Blu-Ray podem participar do programa. Interessados em incluir seus filmes na programação devem preencher o formulário de inscrição disponível no Portal ANCINE. Devem também indicar um link onde esteja disponível um teaser/trailer com no mínimo 2 e no máximo 5 minutos, contendo legendas em inglês. Clique aqui e acesse o regulamento da 7ª edição do programa Encontros com o Cinema Brasileiro.   Responsáveis pela inscrição de filmes que não venham a ser selecionados para a projeção em sala de cinema podem, caso seja de seu interesse, enviar para a ANCINE cópias digitais (em DVD ou Blu-ray) de seus trabalhos, que serão entregues em mãos para os curadores dos festivais.   O programa é uma iniciativa conjunta da ANCINE e do Ministério das Relações Exteriores - MRE, com apoio do programa Cinema do Brasil, e tem o objetivo de aumentar a visibilidade do cinema brasileiro no mercado internacional


Em 2002, a Panasonic apresentava a VariCam, a primeira camcorder de alta definição que permitia aumentar ou reduzir a velocidade de captação e conseguir, assim, efeitos de câmera lenta sobre imagens de estilo cinematográfico. Desde então, Panasonic incorporou novas ideias e tecnologias ao mercado de produção, destacando a aposta firme pela gravação em memória de estado sólido.

Na terceira geração, a VariCam será mostrada no IBC 2014 em duas versões diferentes: VariCam 35, uma câmera 4K com sensor super 35 mm, e VariCam HS, uma câmera do tipo 2/3 para captação em alta velocidade. Seu inovador desenho modular permite separar o cabeçal da câmera do módulo de gravação, permitindo aos usuários eleger o dispositivo de captação mais adequado para cada aplicação, seja um sensor super 35 ou três sensores do tipo 2/3.

 Encontros com Cinema Brasileiro recebe inscrições até hoje Curadora Shari Frilot avalia filmes que irão participar de Encontros com o Cinema Brasileiro com o Festival de Sundance Terminam nesta segunda-feira, 1º de setembro, as inscrições para a sétima edição do programa Encontros com o Cinema Brasileiro, que traz ao Brasil os curadores de alguns dos festivais de cinema mais importantes do mundo para assistir a uma seleção de filmes nacionais. Shari Frilot, curadora do Festival de Cinema de Sundance, nos Estados Unidos, assistirá a doze longas-metragens independentes entre os dias 17 e 19 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Rio de Janeiro. A curadora fará uma lista com 12 filmes, dos quais ao menos dois serão de associados do Programa Cinema do Brasil a partir das informações das inscrições e dos respectivos links que serão repassados a ela. Filmes de longa-metragem já finalizados e ainda inéditos fora do território nacional, ou obras em fase de finalização que já possuam corte provisório capaz de ser projetado em formato 35mm ou Blu-Ray podem participar do programa. Interessados em incluir seus filmes na programação devem preencher o formulário de inscrição disponível no Portal ANCINE. Devem também indicar um link onde esteja disponível um teaser/trailer com no mínimo 2 e no máximo 5 minutos, contendo legendas em inglês. Clique aqui e acesse o regulamento da 7ª edição do programa Encontros com o Cinema Brasileiro. Responsáveis pela inscrição de filmes que não venham a ser selecionados para a projeção em sala de cinema podem, caso seja de seu interesse, enviar para a ANCINE cópias digitais (em DVD ou Blu-ray) de seus trabalhos, que serão entregues em mãos para os curadores dos festivais. O programa é uma iniciativa conjunta da ANCINE e do Ministério das Relações Exteriores - MRE, com apoio do programa Cinema do Brasil, e tem o objetivo de aumentar a visibilidade do cinema brasileiro no mercado internacional.


VariCam 35

A VariCam 35 (AU-V35C1) se destaca por sua capacidade de processar imagens em vários formatos, incluídos 4K, UHD, 2K e HD, convertendo-se em uma excelente ferramenta tanto para cinema digital de alta qualidade, publicidade e séries de televisão, como para eventos ao vivo em 4K. Com uma série de formatos que abarcam desde a saída 4K RAW em máxima qualidade até capturas mais práticas em 4K, UHD, 2K e HD, a VariCam 35 gera arquivos de produção 4K com um tamanho administrável e prático, graças aos codecs AVC-ULTRA para 4K.

A VariCam 35 utiliza o novo sensor MOS de tamanho Super 35mm para capturar imagens 4K com uma resolução 4096 x 2160 (17:9). A câmera oferece uma impressionante latitude de 14 stops e captura fielmente imagens de alto contraste sem sacrificar a qualidade. A potente funcionalidade de gestão de cor proporciona um gamut de cor amplidado, que garante imagens com uma fidelidade impecável. Suporta o recentemente desenvolvido sistema de codificação de cor ACES (Academy Colour Encoding System) que facilita a masterização do material original com máxima fidelidade.


 Encontros com Cinema Brasileiro recebe inscrições até hoje  Curadora Shari Frilot avalia filmes que irão participar de Encontros com o Cinema Brasileiro com o Festival de Sundance  Terminam nesta segunda-feira, 1º de setembro, as inscrições para a sétima edição do programa Encontros com o Cinema Brasileiro, que traz ao Brasil os curadores de alguns dos festivais de cinema mais importantes do mundo para assistir a uma seleção de filmes nacionais.   Shari Frilot, curadora do Festival de Cinema de Sundance, nos Estados Unidos, assistirá a doze longas-metragens independentes entre os dias 17 e 19 de setembro, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Rio de Janeiro. A curadora fará uma lista com 12 filmes, dos quais ao menos dois serão de associados do Programa Cinema do Brasil a partir das informações das inscrições e dos respectivos links que serão repassados a ela.   Filmes de longa-metragem já finalizados e ainda inéditos fora do território nacional, ou obras em fase de finalização que já possuam corte provisório capaz de ser projetado em formato 35mm ou Blu-Ray podem participar do programa. Interessados em incluir seus filmes na programação devem preencher o formulário de inscrição disponível no Portal ANCINE. Devem também indicar um link onde esteja disponível um teaser/trailer com no mínimo 2 e no máximo 5 minutos, contendo legendas em inglês. Clique aqui e acesse o regulamento da 7ª edição do programa Encontros com o Cinema Brasileiro.   Responsáveis pela inscrição de filmes que não venham a ser selecionados para a projeção em sala de cinema podem, caso seja de seu interesse, enviar para a ANCINE cópias digitais (em DVD ou Blu-ray) de seus trabalhos, que serão entregues em mãos para os curadores dos festivais.   O programa é uma iniciativa conjunta da ANCINE e do Ministério das Relações Exteriores - MRE, com apoio do programa Cinema do Brasil, e tem o objetivo de aumentar a visibilidade do cinema brasileiro no mercado internacional.

Varicam HS

A VariCam HS (AU-V23HS1) oferece um módulo de tipo 2/3 para captação de alta velocidade. Incorpora três sensores MOS de resolução 1920x1080p com 14 stops de categoria dinâmica, que permitem um controle total da luz, inclusive nas cenas mais adversas. Como qualquer câmera de três sensores, a VariCam HS inclui um prisma separador RGB que proporciona um processamento de cor de três canais (RGB), cda um com a máxima resolução.

A câmera está otimizada para funcionamento e gravação em formato 1080/50p nativo. Entre as funções chave, estão a captação em alta velocidade de 240 quadros por segundo em 1080 p (com o códec  AVC-Intra 100), para criar efeitos espetaculares de câmera lenta com a máxima qualidade. Além disso, permite aumentar ou mudar a velocidade de quadro durante a gravação, inclusive criando aclives de velocidade. Para completar a excelente qualidade de vídeo, a nova VariCam inclui a gravação de áudio LPCM a 24 bits. Um potente controle de imagem, com ajustes de matriz, detalhe , gama e registro logarítmico, permitem um ajuste preciso dos parâmetros da imagem, com grandes possibilidades criativas.

A VariCam HS incluirá uma gama de formatos de gravação de alta qualidade, entre os que estão incluídos o AVC-Intra Class 100 (para gravação em 1080/50p, 25p e 24p) com velocidade variável (até 240p), AVC-Intra Class 200 (para gravação em 1080/50i) e AVC-Intra Class4:4:4 (até 30p). Tanto o AVC-Intra Class200 como AVC-Intra Class 4:4:4 oferecem um rendimento espetacular em aplicações nas quais a qualidade da imagem é de vital importância.

Da Redação

terça-feira, 22 de julho de 2014

Primeira Exibição do longa metragem AMPARO

Dia 30/07/14, às 21:00, nosso filme AMPARO estré

ia no Memorial da América Latina.

#9o Festival de Cinema Latino Americano de São Paulo


quinta-feira, 17 de julho de 2014

Amparo terá sua estréia no 9o Festival de Cinema Latino Americano de São Paulo


Estaremos participando do 9o Festival de Cinema Latino Americano de São Paulo. E com grande expectativa.

Na sessão de encerramento, no dia 30/07/14, às 21:00, nosso novo longa-metragem, "Amparo", terá sua primeira exibição pública. Convidamos a todos.




Bruno Perillo

Bel Kowarick e Rodolfo Valente

Gabriela Rocha



terça-feira, 24 de junho de 2014

4K chega à TV com House of Cards

Baselight finaliza cor em 4K de House of Cards

Série foi capturada em câmeras RED, algumas com a funcionalidade HDR para contraste estendido e cor em escala dinâmica
Publicado em: 24/06/2014
Baselight finaliza cor em 4K de House of Cards

A segunda temporada de House of Cards, série popular do Netflix, foi lançada em 14 de fevereiro e foi disponibilizada para assinantes em 4K Ultra HD. Encore, uma companhia de Serviços de Entrentenento Deluxe, conduziu a pós-produção do show, com Laura Jans-Fazio, colorista líder, trabalhando na descompressão 4K na pós-produção. A locação foi da companhia VFX em Los Angeles. Para chegar aos resultados desejados, ela utilizou dois sistemas de Baselight e uma superfície de controle Blackboard. 

A série foi capturada em câmeras RED, algumas com a funcionalidade HDR para contraste estendido e cor em escala dinâmica. O processo de ponto flutuante na Baselight deu a Laura novas opções criativas.  Janelas que aparecem de repente, por exemplo, podem ser graduadas para mostrar os detalhes na composição do resto da cena. A energia da Baselight supõe esta cor sofisticada e o controle da composição pode ser feito em tempo real,  então os clientes podem ver os resultados finais imediatamente.

O coprodutor Peter Mavromates e o pós-supervisor Hameed Shaukat trabalharam diretamente com Jans-Fazio na escala, com o diretor David Fincher e  DoP Igor Martinovic dando retorno com a ferramenta de colaboração PIX digital.

"Assim que os episódios eram finalizados, eles eram atualizados no PIX, com a permissão do produtor, diretor e DP para visualização do conteúdo nos monitores calibrados Sony OLED", explicou Morgan Strauss, SVP de Operações da Encore. "Eles deram o retorno e nós pudemos extrair diretamente na Baselight, e Jans-Fazio finalizou o visual e entregou os arquivos para a Netflix. Foi essencial para maximizar esse processo colaborativo assincrônico e, com a ferramenta sofisticada Baselight, isso significa que nós conseguimos pôr em práticas as necessidades criativas dos produtores de DP."

A aparência da série tem um elenco um tanto imprevisível, refletindo a tensão e intrigas políticas da história. A gradação evitou cores super-saturadas, mantendo a paleta com a visão que Fincher tem do show.

"Baselight tem muitas características e o fato é que trabalha em um processo de ponto de flutação que me dá a qualidade de imagem para uma imagem de excelência a cada segundo", diz Laura Jans-Fazio, colorista líder. "Nós frequentemente usamos múltiplas formas em uma só imagem, e estamos prontos para fazê-lo em uma só camada com a Baselight que tempo um armazenador em tempo real. Nós poderíamos compor em matizes VFX, e fazer as substituições no monitor em tempo real."

"Baselight foi desenvolvida para ser realmente intuitiva", ela acrescenta. "O time de desenvolvimento e suporte na FilmLight foi exatamente o que era necessário."

"Os episódios da televisão tem sempre um desafio real para gradação, porque você tem pouco tempo para refinar a gradação em relação ao tamanho do material", explicou Wolfang Lempp, cofundador da FilmLight. "Os desafios foram compostos em House of Cards por causa da necessidade de trabalhar o 4K descomprimido. Nós construímos um forte processo na Baselight apenas para encontrar para desafio diário. Então, usuários como Laura Jans-Lazio e o time de pós-produção da Encore não perdeu tempo." "Baselight é a escolha profissional porque é a ferramenta certa, e porque entrega a perfomance adequada para demanda intensa", conclui Lempp.